Entenda os benefícios da implantação de um PGRS em sua empresa

em em PNRS

Muitas empresas perdem competitividade, pagam pesadas multas ambientais ou até enfrentam questões criminais por não fazerem uma boa gestão de seus resíduos tóxicos. Estes problemas podem ser evitados com a implantação de um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), serviço realizado pela Sanvale Gestão Ambiental.

 

“Este planejamento é elaborado mediante uma consultoria, em que verificamos a geração de resíduos em termos de proporção e classificação. Depois conduzimos a empresa às ações que visam ao melhor gerenciamento desse material, começando por ações educativas. Todo o processo é realizado à luz da Política Nacional de Residuos Sólidos (PNRS)”, explica a bióloga e coordenadora técnica da Sanvale, Silvia Mariana Barbosa.

No Vale do São Francisco, a Sanvale atua nos setores de resíduos, água, esgoto e energia. “Nesta primeira etapa do trabalho, fazemos desde encontros educativos até treinamentos mais específicos. Em uma empresa de gestão de água e saneamento da região, realizamos recentemente uma série de capacitações nos seguintes segmentos: Operação de Estação de Tratamento de Água; Realização de Análises Bacteriológicas da Água; Padrão de Potabilidade e Legislação; Operação de ETE, Análises, Interpretação de Laudo, entre outros”, adiciona Silvia. 

A seguir, veja os principais benefícios da implantação de um PGRS em sua empresa: 

PGRS e Redução de Custos 

Assim que é delimitado, o Plano determina com exatidão a quantidade, o tamanho, tipo e localização exatos dos contêiners ou lixeiras temporários. Além disso, dimensiona com precisão o pessoal necessário para coordenar a segregação dos resíduos e a logística do processo. Esta informação evita custos desnecessários com recursos materiais e humanos. 

Com o monitoramento do PGRS, a Sanvale cria indicadores de desempenho e desperdício de matéria-prima ao longo dos processos da empresa ou indústria. “Diagnosticando possíveis pontos de geração excessiva de resíduos, propomos medidas de redução e orientamos sobre a segregação correta. Isso evita, inclusive, que os resíduos sejam destinados incorretamente, aumentando o custo da destinação”, elucida Silvia.  

Uma das maneiras de reduzir ainda mais os custos é a ativação do serviço de gerenciamento de resíduos in loco. “Este é um dos serviços mais requisitados na Sanvale. O negócio passa a dispor de uma equipe treinada e especializada, com alto padrão de qualidade, para identificação e segregação de resíduos, monitoramento e destinação ambientalmente correta”, explica o gerente da Sanvale Gestão Ambiental, Ivson Cavalcanti.

"Após estudo, dimensionamos a equipe que irá coordenar esta área na empresa ou indústria. Em alguns casos, já destacamos um gestor ambiental para coleta de dados, um auxiliar de produção e um prensista. Para indústrias de grande porte, que geram muitos resíduos, trata-se de um serviço essencial e competitivo, pois diminui custos com contratação de pessoal", adiciona o profissional. 

PGRS e Organização do Espaço

Uma mesma empresa pode gerar resíduos de diversas naturezas e classes. O PGRS determina a melhor localização para o armazenamento de cada categoria de rejeito e a periodicidade ideal para a coleta e envio à destinação final, que pode ser o aterro sanitário, tratamento, coprocessamento, aterro industrial, reciclagem, entre outros. 

Esta categorização ajuda a empresa a organizar melhor seus espaços, além de evitar problemas de higiene. “Entre os principais feedbacks que recebemos das empresas onde implantamos e monitoramos a PGRS é redução do mau cheiro e da proliferações de vetores”, comenta Ivson. 

PGRS, Acidentes e Higiene

A gestão correta dos rejeitos de uma empresa, indústria ou instituição reduz riscos de acidentes laborais. “Muitas empresas desconhecem a melhor forma de manuseio dos resíduos gerados. Com o PGRS, indicamos como deve ser feito este trabalho, EPIs a serem utilizados E rotas de transporte interno e externo”, explica Ivson. 

PGRS e o Controle dos Impactos Ambientais 

São diversos os impactos ambientais relacionados à gestão incorreta de resíduos sólidos: proliferação de vetores, contaminação das águas superficiais e subterrâneas, poluição atmosférica, contaminação do solo, entre outros. Com o PGRS, todos estes problemas são controlados, evitando multas e penalidades maiores, com prisões. 

PGRS e o Marketing Verde

Algumas empresas ganham maior visibilidade no mercado quando adotam ações sustentáveis. Mas o “marketing verde” não ganha apenas a atenção do cliente final, como fideliza fornecedores e tranquiliza órgãos reguladores. Um PGRS bem executado pode ser o início de um relacionamento ainda mais produtivo com os stakeholders.

Com informações de LM Ambiente

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Visitante Segunda, 27 Maio 2019
Powered by EasyBlog for Joomla!