Saiba como preparar seu Cadastro Ambiental Rural no prazo e evitar multas

Encerra em 31 de dezembro de 2018 o prazo para inscrição de todos os imóveis rurais junto ao Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SICAR). Gratuito e de abrangência nacional, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é obrigatório para todas as áreas particulares e comunitárias de pequeno a grande porte; e essencial para eventuais processos de regularização ambiental. O passo-a-passo para inscrição está, em detalhes, neste link.

Percebendo a dificuldade de alguns proprietários de terrenos no cadastramento, principalmente devido a algumas demandas tecnológicas, a Sanvale passou prestar serviço de consultoria técnica. “Fazemos a coleta de dados in loco, emissão de dados geodésicos da propriedade em plataforma digital e confecção de relatório técnico final para o produtor rural”, destaca a coordenadora técnica da Sanvale Gestão Ambiental, Silvia Barbosa. 

Os dados do CAR irão integrar o SICAR, cujo objetivo é administrar e monitorar a recomposição, regeneração, compensação e a supressão de áreas de vegetação nativa dos imóveis rurais de todo o país. “Para realizar o cadastro, não é necessário estar com todas as obrigações ambientais em dia; pois o intuito do Governo é permitir a regularização e até anistia das dívidas dos imóveis rurais no país. Porém, quem não se inscrever, pode vir a ter problemas com a lei”, comenta o Gerente de Negócios da Sanvale Gestão Ambiental, Ivson Cavalcanti. 

Caso percam o prazo, os responsáveis pelo terreno perderão acesso a crédito rural. Ficarão, ainda, impossibilitados de obter quaisquer autorizações ambientais; ficam sujeitos a advertências ou multas pelos órgãos ambientais competentes; perdem benefícios de conversão/suspensão de multas ambientais e, ainda, têm o acesso aos Programas de Regularização Ambiental cancelado.

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Visitante Domingo, 18 Novembro 2018
Powered by EasyBlog for Joomla!